13 mar, 2020
339

O boleto bancário é um dos meios de pagamento mais utilizados pelos brasileiros por ser prático, simples e acessível para todos, mas ao contrário do que se imagina, ele não é o método mais seguro para fazer compras online. Infelizmente, existem práticas criminosas muito comuns envolvendo boletos bancários. Os golpes alteram o boleto bancário, desviam o pagamento e a restituição desse dinheiro é muito difícil e burocrática.

Para te ajudar o Grupo Mercúrio preparou algumas dicas que te ajudarão a evitar cair nessa armadilha:

1. Conheça suas despesas e acompanhe o pagamento delas no extrato do seu banco.

2. Preste atenção no modelo do boleto enviado pelo emissor da cobrança anteriormente, se for diferente, desconfie.

3. Boletos fraudados costumam apresentar falhas: e-mail com extensão diferente (utilizamos sempre @grupomercurio.com.br e @gmercurio.com.br), contendo erros de português, ou quando impressos, são de má qualidade, papel diferente e logomarca distorcida.

4. Ao receber um boleto, sempre confira os dados do beneficiário como nome da empresa/condomínio emissora do boleto, agência e banco.

5. Se precisar de novo boleto utilize o site do próprio banco emissor para gerar a 2ª via, nosso app ou nosso site grupomercurio.com.br. Evite sites que aparecem nos buscadores.

6. Mantenha seu antivírus sempre atualizado. Ele garante a proteção do seu computador contra vírus que podem modificar boletos, detectando-o no ato da infecção e impedindo-o de agir.

7. Ao gerar um boleto pela internet opte, sempre que possível, por boletos no formato “PDF imagem”, eles são mais seguros contra vírus.

8. Caso desconfie de alguma informação no boleto, entre em contato com o cedente da cobrança e faça a checagem dos dados antes do pagamento.

9. Os três primeiros dígitos do código de barras sempre indicam o banco emissor do boleto. Ao emitir a 2ª via, certifique-se que o código do banco é o mesmo da via original. Se for diferente, não utilize esse boleto para pagamento.

10. Usuários podem pagar os boletos pelos canais oficiais dos bancos, que são: site do banco (internet banking), caixa eletrônico, banco por telefone, banco no celular (aplicativo do banco), agência bancária, correspondente e pelo DDA – Débito Direto Autorizado- DDA.

11. Prefira sempre pagar do seu computador, evitando o uso de wifi público e de computadores compartilhados.

12. Caso perceba que o boleto chegou adulterado a sua casa, o ideal é sempre ligar para a sua administradora e checar o código de barras, evitando assim o pagamento do boleto.

Com essas dicas você se previne contra fraudes e evita o pagamento de um boleto alterado. Cuidado sempre!